5 dicas para evitar que seu truck tombe


Antes de saber o que faz uma carreta tombar, podendo causar mortes ou danos irreparáveis à sua carga ou à carga da transportadora para a qual você trabalha, é preciso saber o que é ‘Força G’ e ‘SRT’. Então vamos lá.


FORÇA G – Repare que ao fazer uma curva em alta velocidade, você é empurrado contra a porta. Isso acontece por conta da gravidade deslocada. E é ela que também provocará o tombamento da sua carreta, dependendo da ‘Força G’ aplicada. Ou seja, ela é a unidade que mede a aceleração lateral de um veículo em uma curva. Essa medida tem diversos valores, chamados SRT.


SRT (Static Rollover Threshold) Tombamento Lateral Estático – é o valor de aceleração lateral capaz de levantar os pneus do lado interno da curva. Sabemos que a probabilidade de um caminhão que ultrapasse o SRT permitido tombar é, pelo menos, duas vezes maior que a de um carro de passeio. Isso acontece porque o limiar de SRT dos automóveis é acima de 1g. Já o dos veículos de carga é de 0,5g.


Por isso, o Grupo TGA separou algumas dicas para você diminuir o risco de tombamento da sua carreta. Confira!


1. Dirija de forma preventiva, sempre 10 km abaixo do limite (da pista e do seu truck), e observando a aceleração nas curvas.


2. Respeite o limite de carga, evitando transbordo. Distribua e amarre a carga adequadamente, garantindo estabilidade.


3. Fique atento a trepidações da última carreta, em se tratando de bitrens, treminhões e rodotrens. Esse ‘efeito chicote’ é um termômetro para tombamentos.


4. Dobre a atenção em pistas escorregadias ou alagadas.


5. Evite distrações. Nada de checar as redes sociais pelo celular enquanto dirige. Essa prática é a 3ª causa de acidentes fatais no trânsito, no Brasil.














Foto capa: Freepik

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags